top of page

OS NOSSOS

PROJETOS

Conheça os nossos projetos!

Para baixo

Âncora 2
Âncora 1

 PROJETOS

AS SUAS MÃOS SALVAM VIDAS!

Massificação em Suporte Básico de Vida...

SALVANDO VIDAS COM...

Convidamos personalidades conhecidas e cidadãos comuns...

CARDIO SAFE MADEIRA

Implementação de Programas de Desfibrilhação Automática Externa...

DOE-SE, A VIDA NÃO ESPERA...

Campanhas para novos registos de dadores de medula óssea...

DESTRIERO

Projeto europeu no qual a Madeira Emergência participa...

GUINÉ-BISSAU

2016

Apoio a um projeto no sector da saúde em Guiné-Bissau...

AS SUAS MÃOS SALVAM VIDAS!

Projeto

O Suporte Básico de Vida (SBV) é um conjunto de procedimentos e metodologias padronizadas, que tem como objetivo reconhecer as situações de perigo de vida iminente, saber como e quando pedir ajuda e saber iniciar de imediato, sem recurso a qualquer equipamento, manobras que contribuam para a preservação da ventilação e da circulação, de modo a manter a vítima viável até à chegada do socorro. No inicio de 2014 nasce o projeto "As suas mãos salvam vidas!", que visa familiarizar o maior número possível de cidadãos para a importância da reanimação e execução das técnicas. Gratuitamente, através de ações de sensibilização, de Mass Training, workshops ou de outros eventos surpresa, tentamos incutir na sociedade civil a perceção de que cada pessoa representa um elo de extrema importância no conceito de cadeia de sobrevivência. A consciência de que estes procedimentos podem salvar vidas humanas deve ser incorporado o mais cedo possível na vida de todos nós.

 

Desde o início da sua criação, já realizamos mais de 90 ações, na sua grande maioria direcionadas às escolas e instituições da RAM.

Sensibilização SBV
Mass Training - SBV
Mass Training - SBV
Sensibilização SBV
Sensibilização SBV
Flash Mob - SBV
Mass Training
Sensibilização SBV
Sensibilização SBV
Sensibilização SBV
Âncora 3

Salvando vidas com...

Projeto

O projeto "Salvando vidas com..." é mais uma forma de sensibilizar a população em geral para a importância de gestos tão simples como o Suporte Básico de Vida.A ideia passa por registarmos uma conversa de café com personalidades conhecidas e cidadãos comuns, onde abordamos o tema da reanimação e posterior convite a experimentar em um manequim de treino as técnicas da reanimação. Este encontro termina com a oferta de uma t-shirt com o slogan da nossa causa "As minhas mãos salvam vidas!".

Salvando vidas com...
Salvando vidas com...
Salvando vidas com...
Salvando vidas com...
1/1
Âncora 4

Cardio Safe Madeira

Projeto

PRDAE - Programa Regional de Desfibrilhação Automática Externa

Na sequência da entrada em vigor do Decreto-Legislativo Regional n.º 10/2013/M, de 5 de Março, onde confere a obrigatoriedade da instalação de DAE (Desfibrilhador Automático Externo) em locais públicos e privados, com critérios previamente estabelecidos. Nesse sentido a Madeira Emergência criou o projeto "Cardio Safe Madeira" com o objetivo de apresentar soluções no que confere à implementação de Programas de Desfibrilhação Automática Externa (PDAE). Os PDAE da Madeira Emergência visam dar resposta não só às entidades abrangidas pelos critérios de obrigatoriedade de instalação do DAE, mas também às entidades públicas e privadas que sintam a necessidade de implementar um PDAE, por forma a oferecer um espaço “cárdio seguro” a todos os que o frequentam.

 

A grande maioria das paragens cárdio-respiratórias ocorre fora de qualquer estabelecimento de saúde. No mercado, no café, em casa, no centro comercial, recinto desportivo ou no meio de uma estrada, na sequência de um acidente ou de uma doença súbita. A probabilidade de sobrevivência e recuperação nestas situações, depende da capacidade de quem presencia o acontecimento de saber como pedir ajuda e iniciar de imediato Suporte Básico de Vida (SBV), tendo acesso precoce a um desfibrilhador automático externo (DAE). A chegada de meios de socorro ao local, ainda que muito rápida pode demorar alguns minutos!

As hipóteses de sobrevivência da vítima decrescem se os elementos que presenciaram a situação não souberem atuar em conformidade, pois se nada for feito a probabilidade de salvar uma vítima de PCR diminui 7 a 10% por cada minuto que passa sem a vítima ser ajudada.

 

Em locais onde o programa de DAE proporciona de imediato SBV e o primeiro choque nos 3 minutos após o colapso, a taxa de sobrevivência em vítima de PCR súbita por fibrilhação ventricular é superior a 74%. Atualmente apenas 5% de vítimas de PCR súbita sobrevivem em locais onde não existem programas de DAE instalados, capazes de providenciar SBV e desfibrilhação de forma rápida e eficaz.

 

Analisando a nossa realidade, e sendo a RAM uma região cuja principal fonte de riqueza é o turismo, para além da população residente, acresce todos os anos um número significativo de população flutuante, com uma maior predominância para o turismo sénior, onde o risco de morte subida é maior.

A Madeira Emergência não só trata do pedido de licenciamento para a aquisição de um Programa de Desfibrilação Automática Externa junto da entidade reguladora regional, como também realiza a validação médica e ministra a formação necessária.

 

Precisa de um espaço "Cardio Safe"? Fale connosco!

Âncora 5

DOE-SE, a vida não espera...

Projeto

Instituto Português do Sangue

e da Transplantação, IP

Porque muitas pessoas lutam diariamente na busca de um dador de medula óssea compativel, este projeto tem por objetivo sensibilizar a população para a importancia do registo de novos dadores. Uma luta de todas as pessoa doentes com indicação para transplante de medula óssea, mas também nossa e do resto do mundo! Hoje são eles que precisam, mas o amanhã, na sua imprevisibilidade, pode nos trocar de lugar!

 

Como ajudar? Muito simples e apenas em 4 passos pode fazê-lo...

1º PREENCHER O FORMULÁRIO AQUI DISPONÍVEL

 

2º ENVIAR O FORMULÁRIO PARA:

cedace@ipst.min-saude.pt

 

3º ESPERAR QUE SEJA CONTATADO

pelo Serviço de Saúde para fazer uma colheita simples de sangue.

 

4º PARTILHE

quantos mais dadores registados, maior é a probabilidade das pessoas que precisam encontrarem um dador compatível.

 

Gestos simples que podem salvar uma vida! Não fique indiferente, ajude esta causa.

Âncora 6

DESTRIERO

Projeto

Decision Support Tool for Reconstruction and Recovery

No passado dia 25 de março de 2015, Sofia Silva e Gonçalo Félix, dois membros da Direção da Associação Madeira Emergência, participaram no segundo workshop do Projeto DESTRIERO - “A Decision Support Tool for Reconstruction and Recovery and for the Interoperability of International Relief Units in case of natural disasters and CBRN contamination risks”, que decorreu em Bruxelas.

 

Este projeto é implementado por um consórcio de empresas e organizações europeias, num total de treze parceiros, representantes de oito países e é financiado pela Comissão Europeia. As diversas entidades parceiras e end users do projeto, nomeadamente a Polícia Irlandesa, Brigadas de Bombeiros da Polónia, o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) e organizações não governamentais, tal como a Assistência Médica Internacional (AMI), entre outros, reuniram-se, desta vez na Bélgica, com o departamento de engenharia responsável pela criação e implementação de uma plataforma informática que consiste numa ferramenta de apoio imprescindível à coordenação do processo de reconstrução em áreas de catástrofe.

A plataforma em rede permite a coordenação das organizações de ajuda nas fases de recuperação e reconstrução, através da partilha de informação, de forma a incrementar a interoperabilidade nos instrumentos de levantamento de necessidades. O processo de tomada de decisão conjunta será facilitado por intermédio de uma avançada metodologia e do uso de um sistema de suporte à decisão, que auxiliará na solução de problemas e na identificação de prioridades de intervenção.

 

A equipa da Madeira Emergência ficou a conhecer o trabalho desenvolvido até ao momento e, durante a apresentação, deu opiniões e sugestões de forma a melhorar a ferramenta informática, prestando desta forma, o seu contributo no desenvolvimento de um projeto que vai, em última instância, promover o trabalho colaborativo entre as organizações europeias em cenários de catástrofe internacional, agilizando o processo de intervenção.

 

Em termos gerais, pode-se afirmar que a participação neste workshop foi muito produtiva e abriu portas a cenários e projetos futuros, pelo que a equipa da Madeira Emergência demonstra uma enorme honra e orgulho em poder participar neste projeto. O próximo workshop está agendado para o final do ano num outro país europeu, ainda a definir.

Âncora 7

GUINÉ-bissau 2016

Projeto

Com o olhar centrado em problemas sociais que nos rodeiam diariamente e no constante trabalho para que de alguma forma possamos contribuir para minimizar um pouco esses problemas, não podemos deixar de olhar além do horizonte. Nesse sentido e focados na importância de um trabalho humanitário em parceria para que o mesmo tenha um impacto mais rápido e eficaz, surge-nos a vontade de apoiar um projeto internacional, mais concretamente, em Guiné Bissau, região de Quinara / Buba.

Trata-se de um projeto no sector da saúde, criado pelo nosso parceiro institucional AMI – Assistência Médica Internacional que visa dar apoio à Direção de Saúde local em várias vertentes, desde à aquisição de equipamentos de saúde, passando pela formação complementar dos profissionais da área, até à sensibilização da população local.

 

Para apoiar este projeto, canalizamos parte dos valores angariados nos vários eventos e cursos realizados durante o ano de 2015, até julho de 2016, altura que será entregue à organização responsavel.

 

Ajude-nos a ajudar!

Âncora 8
Âncora 9
bottom of page